“A VISÃO AOS CEGOS”


“Para abrir os olhos dos cegos, para tirar da prisão os presos, e do cárcere os que jazem em trevas.” (Isaías 42:7). Essa é a Palavra do Senhor acerca do próprio Jesus e da sua obra. Jesus veio para dar vista aos cegos e libertar os cativos de todo tipo de prisão, porque é isso mesmo o que Jesus faz, Ele liberta! E a primeira coisa que Ele faz para que sejamos libertos é abrir os nossos olhos a fim de que possamos enxergar a sua luz e, por fim, nos “transportar para o seu reino” (Colossenses 1:13). A palavra é bem simples, Jesus veio para dar a visão aos cegos; entretanto, Ele não fará isso sem que o próprio cego queira ver, pois é necessário que haja da parte do enfermo e do cativo – ou seja, do ser humano – a disposição sincera do coração para crer que Jesus realmente fará o milagre simplesmente porque Ele falou que faria. Pois “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” (João 1:1), Jesus é o Verbo que se fez carne e habitou entre nós, e morreu por nós e ressuscitou por nós, porque Ele é a própria Palavra de Deus “viva e eficaz” (Hb 4:12) pela qual se diz e se realiza todas as coisas!
Nada pode existir ou acontecer senão pela Palavra, isto é, pelo próprio Jesus – “Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.” João 1:3 (“Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos” – Atos 17:28).
Diante disso, compreendemos que ninguém poderá ser salvo sem que creia na Palavra, sem que creia em Jesus (Atos 4:12). E somente através da fé em Jesus a nossa visão pode ser restaurada. Sim, porque todos pecaram e precisam de arrependimento, todos são cegos antes de conhecerem Jesus. Aqueles que enxergam, enxergam por causa de Jesus, ainda que habitem corpos imperfeitos e talvez possuam até mesmo uma cegueira física; esta porém, não o impede de enxergar coisas muito mais excelente e indescritíveis, coisas do alto, coisas do plano espiritual, que revelam a glória, a luz e a face de Deus!
Como isso é possível, um cego ver? Deixe-me fazer como Jesus e ilustrar este ensinamento com algo dos nossos dias. Lembro-me agora da série original do Netflix Daredevil – que traduzido ficou Demolidor. O interessante desta série é que o herói é “cego”. Digo “cego”, porque o que aparentemente é uma deficiência e fraqueza, na verdade, é a sua força, ou como dito por outras personagens, um dom, já que pela falta da visão seus outros sentidos foram amplamente aprimorados a ponto de ele poder ouvir os batimentos cardíacos de uma pessoa e dizer se ela é uma criança ou um idoso, se está doente, ou apaixonado, ou mentindo. Ele pode ouvir ruídos que acontecem a quadras de distância e responde aos reflexos com muita habilidade, sabendo a direção das coisas e das pessoas pela brisa, pelo cheiro e pela audição. Enfim, quase não acreditamos que ele seja realmente cego, uma vez que consegue enxergar de outras maneiras o que muitas pessoas não veem com os olhos abertos e sãos. 
Da mesma maneira, há muitos entre nós que ainda estão cegos espiritualmente porque não conseguem entender a mensagem da cruz, porque não conseguem crer nas palavras de verdade, na salvação em Jesus! Porque isso lhes parece loucura. E não parece loucura um homem cego ter tantas habilidades a ponto de se tornar um herói e justiceiro como em Demolidor? Mas muitos acreditam que esses dons são possíveis e os buscam mesmo sabendo que estão diante de uma ficção. Por outro lado, não podem confiar na verdade que está diante de seus olhos, simplesmente porque Jesus não aparece da maneira como eles o queriam ver. “Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes; E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são”1 Coríntios 1:27,28 
Por isso, as visões deturpadas desta geração não conseguem receber a visão perfeita, mas àqueles cegos que creram com fé e arrependimento em Jesus Cristo, a estes foi dada a visão!!