Tudo posso naquele que me fortalece? Em que contexto?




Recentemente assisti ao mais novo filme gospel do momento, “Deus não está morto”. Um bom filme, apesar de achar que aquela perseguição acadêmica não é mais tão forte assim... posso estar enganada. Mas não foi o tema do filme que me chamou a atenção. Foi uma determinada cena em que finalmente alguém teve o bom senso de não apenas vomitar o versículo de Filipenses 4:13 “tudo posso naquele que me fortalece” como se fosse uma frase de auto-ajuda, colocando-o em seu devido contexto. Frequentemente escuto muitas pessoas recitando-o: “vou conseguir uma promoção, pois tudo posso naquele que me fortalece”, “vou conseguir comprar o que desejo, pois tudo posso naquele que me fortalece”, “vou conseguir ter, ter, ter...pois tudo posso naquele que me fortalece”. Está em adesivos de carro, de parede, de porta, mensagem de caminhão... enfim, a ideia ficou tão popular que até os leitores bíblicos menos assíduos ou que simplesmente não leem a Bíblia conhecem esse versículo e o usa para justificar a origem de sua fé em conseguir o que almeja porque Deus o fortalece. Mas não é bem assim. Eu não sei o que acontece com o mundo de hoje que não sabe o que é um “não”. São pais que não querem dizer não para seus filhos, são ideias e estilos de vida que descartaram totalmente o não de seu cotidiano. Tudo se pode fazer, nada é proibido, tudo é liberado e o pobre do não ficou de escanteio...coitado. E quanto mais observo esse mundo em que vivo mais me sinto uma extraterrestre porque o que mais recebi de Deus durante toda a minha vida foi o bendito do não. Esse ano de 2014 talvez seja o meu recorde de nãos que recebi de Deus. Esperneei, chorei, briguei, quase surto, entro em colapso, mas “tudo posso Naquele que me fortalece”. Esse é o contexto do referido versículo. Dificuldades, dor, pranto, dúvidas, humilhação, mas podemos superar tudo isso pois é Deus quem nos fortalece. A Epístola de Filipenses é conhecida como a carta da alegria. Só que Paulo a escreveu enquanto esteve preso e, consequentemente, passando por dificuldades. Que coisa, não? Que paradoxo! Mas até que faz todo o sentido visto que é na dificuldade que temos a oportunidade de conhecer a Deus de pertinho. E “a alegria do Senhor é a nossa força”(Neemias 8:10)! Olha, como tudo se encaixa! O meu objetivo com essa reflexão é desmistificar o tão- na- boca- do- povo “tudo posso naquele que me fortalece”, como fez o cara do filme. E vou usar a forma simplória que ele usou para, finalmente, contextualizar o versículo:
“Alegrei-me, sobremaneira, no Senhor porque, agora, uma vez mais, renovastes a meu favor o vosso cuidado; o qual também já tínheis antes, mas vos faltava oportunidade. Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece.” Filipenses 4: 10-13.
E aí? Ainda quer provar desse versículo em sua vida? Desejo, então, que tenhamos bom ânimo em meio as tribulações. Que tenhamos o cuidado de contextualizar corretamente a Palavra de Deus e não que a usemos como "palavra cabalística" para angariarmos algo de Deus. E desejo que, durante nossa jornada cristã, não haja preocupação com a dor, a humilhação, a fome, o cansaço, pois,em todas essas coisas, tudo podemos em Deus que nos fortalece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário