Postagens

Mostrando postagens de 2014

JOGOS VORAZES: MOCKINGJAY

Imagem
Pessoal, antes que vocês torçam o nariz ao ler o título desse post, achando que lá vem uma menina falando de filmes de “menininha”, peço que deem uma chance ao texto e prossigam na leitura. Pois bem, o terceiro filme da saga Jogos vorazes está em cartaz, o Jogos vorazes: mockingjay – parte 1. E apesar de todas as pessoas que eu conheço que o assistiram terem dito que o filme era “super paradão” e muito sem graça, eu o assisti ontem e curti muito! Curti o filme porque ele foi bem construído – precisamos lembrar que ele é parte de um todo, por isso, não pode conter em si todas as partes de uma vez, de modo que é uma preparação para o que ainda virá, sendo, portanto, bem elaborado em relação à história, aos diálogos, e às emoções provocadas.  Ele é coerente, porque nesse momento há uma tensão, quando grande parte dos distritos decidem se rebelar contra a Capital e não mais aceitar a condição de asssujeitamento. Katniss é obrigada a inspirar o povo a aderir à ação revolucionária, i…

Reflexões sobre o fim... de um casamento

Imagem
Nesses últimos dias recebi uma notícia que me deixou super chocada e imensamente triste: o improvável fim de um casamento. Casal cristão, de índole idônea, daquele tipo que você torce para estar vivo só pra ver a festa de bodas de ouro deles, porque você tem certeza que eles estarão casados “até que a morte os separe”. Infelizmente durou pouco mais de 5 anos. Esse episódio me fez refletir além do normal. Senti medo. O pensamento que se seguiu para explicar esse medo foi: será que estou imune? Pode estar tudo bem agora, mas será que amanhã o sentimento de um dos dois, por algum motivo, pode acabar? Inevitavelmente conversei com meu marido sobre isso. Uma DR. A conclusão foi: pode acabar. Ninguém está imune. “Mas não devemos basear nosso casamento em sentimentos, porque eles podem mudar. Devemos basear na vontade de Deus”, foi o que ele disse. Uma vez eu li em algum lugar o seguinte diálogo entre um casal: “porque você ainda está casado comigo?”, perguntou a esposa. O marido respondeu: …

Tudo posso naquele que me fortalece? Em que contexto?

Imagem
Recentemente assisti ao mais novo filme gospel do momento, “Deus não está morto”. Um bom filme, apesar de achar que aquela perseguição acadêmica não é mais tão forte assim... posso estar enganada. Mas não foi o tema do filme que me chamou a atenção. Foi uma determinada cena em que finalmente alguém teve o bom senso de não apenas vomitar o versículo de Filipenses 4:13 “tudo posso naquele que me fortalece” como se fosse uma frase de auto-ajuda, colocando-o em seu devido contexto. Frequentemente escuto muitas pessoas recitando-o: “vou conseguir uma promoção, pois tudo posso naquele que me fortalece”, “vou conseguir comprar o que desejo, pois tudo posso naquele que me fortalece”, “vou conseguir ter, ter, ter...pois tudo posso naquele que me fortalece”. Está em adesivos de carro, de parede, de porta, mensagem de caminhão... enfim, a ideia ficou tão popular que até os leitores bíblicos menos assíduos ou que simplesmente não leem a Bíblia conhecem esse versículo e o usa para justificar a o…

Hora de Aventura: Dungeon Train – Parte 2

Imagem
Olá, pessoal! Quando eu escrevi o post sobre lutarmos para deixar o pecado e nos livrarmos desse peso terrível, buscando ao Senhor, através do episódio super-hiper-mega-ultra legal Dungeon Train de Hora de Aventura, eu nem imaginava dar continuidade a ele. Mas sabem como é? Deus fala conosco de diferentes maneiras, ainda que use as mesmas palavras, ou os mesmos episódios de Hora de Aventura (heheheh)!       Pois bem, voltemos ao início de tudo: Finn e Jake estavam caminhando lado a lado e conversando como dois velhos e inseparáveis amigos que são! Eles confiavam um no outro e se conheciam bem, como se conhecem os amigos verdadeiros. Por isso, Jake percebeu que Finn não estava bem, na verdade ele estava triste por causa de seu relacionamento frustrado com a Princesa de Fogo. Jake tentou animá-lo, mas Finn estava realmente decidido a se afogar em sua tristeza, pois não conseguia ouvir as palavras de ânimo do amigo, senão as palavras depressivas e nocivas do seu interior: “Talvez …

Se livrando da alienação

Imagem
Retirado de: https://www.facebook.com/malvadoshq
Vi essa tirinha de André Dahmer na aula da disciplina Literatura e Humor. Gostei muito dela. Ele possui uma ironia, é claro, que liga "encontrar Jesus" com "alienação". Mas, como toda ironia, ela possui ao menos dois significados possíveis e são esses sentidos que quero explorar. Aparentemente, esse espaço aqui deveria ser o último lugar onde encontrar essa tirinha, mas ela me fez pensar em algumas coisas e, além disso, gosto de me apropriar justamente das coisas lançadas contra mim para, quem sabe, com elas construir algo bom.

A primeira coisa é que independentemente do nosso encontro com Jesus, sempre precisaremos lutar contra a alienação. Alienação tanto no sentido de estar alheio aos problemas políticos e sociais quanto no sentido de estar alheio ao outro, ao próximo, àqueles a minha volta. Seria uma alienação achar que encontrar Jesus nos livraria de tudo instantaneamente. Seria ótimo que, como num passe de mági…

Um nerd espiritual

Imagem
A Bíblia nos fala em Pv. 18:15 que "O coração do entendido adquire o conhecimento, e o ouvido dos sábios busca a sabedoria." Porque o Senhor criou um ser dotado de inteligência, capaz de administrar tudo quanto o Senhor colocou em suas mãos. Assim fez Deus com Adão ("E tomou o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar." Gênesis 2:15) e a toda a humanidade capacitou em todas as áreas da vida com o propósito de ter verdadeiros adoradores que "adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem." (João 4:23). O verdadeiro adorador não adora a Jesus porque Jesus o força a isso ou por alienação e falta de entendimento, muito pelo contrário, pois "O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; bom entendimento têm todos os que cumprem os seus mandamentos; o seu louvor permanece para sempre." (Salmos 111:10)
     De modo que mentes brilhantes, como Nietzsche, Auguste Comte, Darwin…

"Hable con ella"

Imagem
"Hable con ella" é um dos grandes e polêmicos filmes de Almodóvar. Seus filmes atraem não só porque adentram o psicológico de suas personagens, mas principalmente pelo seu caráter ambíguo, isto é, o espectador sai do filme sem fechar nenhuma questão, pelo contrário, transborda de reflexões e questionamentos. Esse caráter ambíguo também é valorizado na literatura de qualidade, naquela que direciona o olhar do leitor não para o que é dito, mas para o como a coisa é dita, ou seja, a forma como o texto é construído. Um bom exemplo disso é o romance "Dom Casmurro", de Machado de Assis. Ao finalizar a leitura, é impossível condenar ou absolver Capitu, uma vez que o livro não define se ela traiu realmente ou não Bentinho, porque o leitor tem apenas a versão deste, que não é confiável por falar de seus sentimentos, da sua visão dos acontecimentos. Nos filme de Almódovar, acontece o mesmo; pouco importa se a personagem é boa ou má, o interessante é a forma como ela é const…

DeLorean DMC-12

Imagem
"Era uma vez..."  é mais do que uma expressão temporal, é a fórmula que inicia todos os contos de fadas. O interessante é que apesar de iniciar o conto, ela não se refere exatamente ao início da história que será narrada. Pelo contrário, ela nos leva ao passado onde a história já aconteceu. Mais ainda, ela já nos remete diretamente ao final da história, porque sabemos que ao final de um "era uma vez..." sempre ouviremos/leremos um "felizes para sempre". É por causa disso, isto é, por conhecermos o final da história - a felicidade eterna -, e não precisamente o seu início e meio, que todos sonham em viver um conto de fadas.
Na tentativa de tornar a fantasia em realidade, o ser humano busca através de seus recursos mais científicos, racionais, matemáticos e lógicos materializar este "era uma vez...", construindo uma máquina do tempo! Assim como o "era uma vez" nos leva ao passado e podemos viver um mundo "encantado", a m…

“A viagem de Chihiro”

Imagem
Há algum tempo assisti a esse filme infantil nada inocente. Por trás da personagem principal de apenas dez anos e da história cheia de fantasia, encontram-se reflexões profundas sobre assuntos que interessam a todo ser humano. Para início de conversa, Chihiro estava muito insatisfeita porque estava de mudança para uma nova casa. Pois bem, nem todas as mudanças são boas, mas temos de lidar com todo tipo de mudança em nossas vidas diárias, da mais simples mudança de tempo a uma mudança de emprego, de endereço, de relacionamento, de personalidade. E se todas essas mudanças fossem requeridas de você de uma só vez? Parece assustador, não? Parece sim. Entretanto o que torna a mudança algo assustador é o fator desconhecido. No caso da Chihiro, antes de chegar a seu novo endereço, ela atravessou um túnel e ficou presa numa cidade cheia de espíritos que a queriam subjugar ou devorar. Era um lugar totalmente desconhecido pelo qual ela teve que descobrir dentro de si a coragem e a firmeza em su…

Uma certeza que não deixa dúvida: Jesus salva!

Imagem
Você já se sentiu encurralado, sufocado, perdido, sem saber para onde ir, sem enxergar direito o caminho? Acho que todo mundo uma vez na vida já se sentiu assim. Isso acontece porque o ser humano está submerso em uma nuvem de confusão, como diz o salmista em momento de grande aflição e perseguição: “a confusão cobriu o meu rosto.” Salmos 69:7.      A confusão que encobre o rosto de Davi é a mesma que encobre o rosto dos cristãos hoje. Pois ainda somos tentados pelas mesmas setas inflamadas do maligno, da nossa própria carne e deste mundo, que nos rodeia e nos assedia com toda a sorte de seduções enganosas. Essa confusão se intensifica quando preferimos olhar atentamente para ela ao invés de fixar os nossos olhos em Cristo! Davi não se deixou tragar pela confusão, mas passou por ela em oração constante e fervorosa, rogando com todas as forças a Deus que o livrasse e derramasse sobre ele a sua misericórdia: “Eu, porém, faço a minha oração a ti, Senhor, num tempo aceitável; ó Deus,…

Chun-Li

Imagem
Chun-Li foi a primeira personagem feminina do jogo Street Fighter II. Somente pelo pioneirismo, ela já merece atenção. Somado a isso, tem-se um tipo físico acentuadamente musculoso aliado a uma personalidade extrovertida, inteligente e muito feminina. Seu estilo é inspirado em garotas chinesas do início do século XX, com penteado e vestimentas bem característicos. Ela inunda o cenário masculino de luta e determinação com um sensível, porém, marcante perfume de mulher. Aliás, o seu nome é Mandarim e significa Chun – primavera/ Li – bonita: cheia da beleza da primavera.
Isso me faz pensar nas realidades contraditórias convivendo juntas nos mesmo espaço: uma mulher cheia da beleza da primavera em um campo de lutas, cercada de espinhos. Essa imagem me fez lembrar o profeta Jeremias, que em meio a um povo idólatra, proferindo uma pregação de juízo e morte, apresenta-se como um homem perseverante, em lágrimas, para cumprir o seu propósito verdadeiro de exaltar a Deus e proclamar “Deus é su…

Cristianismo: guia básico para desfazer equívocos (Parte 6 - o que é pecado?)

Imagem
http://slodive.com/wp-content/uploads/2012/02/cross-pictures/sins-nailed-to-a-cross.jpg



Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim? E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais. Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal. (Gênesis 3:1-5).

O pecado é um assunto muito importante quando falamos do cristianismo, porque é pela compreensão de pecado que toda a fé em Cristo, a ideia de arrependimento e a necessidade de salvação tem sentido. O pecado, de forma mais básica, é a desobediência à vontade de Deus, a quebra da lei divina. Quando Deus criou o homem e o pôs no Éden, estab…

DIVERGENTE

Imagem
No último sábado (10/05/2014), o Pr. Thiago José pregou no Canal, uma mensagem desafiadora sobre um aspecto essencial à vida de todo cristão: a mudança de mentalidade! Ele nos levou a refletir sobre isso a partir da atitude do profeta Elias, quando no auge do seu ministério, decide amedrontar-se diante de uma ameaça de Jezabel que não poderia lhe causar mal algum, pois Deus estava com Ele (I Reis 19:1-2)! Mas ao invés de confiar na presença constante do Senhor ao seu lado, ele prefere pedir a Deus a morte (I Reis 19:3-14). Sejam quais forem os motivos do profeta para se sentir assim, Deus tinha tanto carinho por este homem que concedeu a ele o seu desejo e o arrebatou! (II Reis 2:10)  Antes disso, porém, incumbiu Elias de ungir Eliseu para que continuasse o seu ministério (I Reis 19:16). Eliseu, por sua vez, demonstrou uma atitude contrária a de Elias, tendo a ousadia de pedir porção dobrada do espírito de Elias. Deus também amava Eliseu e concedeu o seu desejo, dando-lhe a porção dob…

A ressurreição de Jesus como fato histórico

Imagem
A ressurreição de Jesus é um dos fatos mais combatidos pelos céticos ao longo dos séculos. Muitos pontos da vida de Cristo tem sido questionados; sobretudo os que se referem a algum evento sobrenatural, como os milagres, e não é difícil encontrar por aí alguém que afirme acreditar na existência de um Jesus histórico, mas não em sua ressurreição ou em seus milagres. Meu ponto neste texto é o de que o Jesus histórico é o Jesus bíblico, e que não se pode dissociar a mensagem de Jesus de sua obra, de modo que é impossível acreditar nos ensinamentos de Jesus sem crer naquilo que Ele afirmou sobre sua identidade, e sem crer que Ele de fato levantou dos mortos.
O ministério de Jesus durou 3 anos e meio. Os sinais (milagres) foram iniciados em um casamento, em Caná da Galileia (Jo 2:1-11), e o acompanharam durante todo o seu ministério (At 10:38). As curas, as expulsões de demônios, os eventos miraculosos, todos eles tinham uma lógica dentro da missão de Jesus e revelavam a sua natureza. Os …

A POSTURA DE UM SAMURAI!

Imagem