NOTA SOBRE UM CRISTÃO RELOADED II



Quando Neo conversa com o Arquiteto, descobre que está aprisionado a um sistema (MATRIX); e não somente isso, é persuadido a crer que não há saída, que está destinado a se adequar ao sistema. Contraditoriamente a essas descobertas, o Arquiteto aponta para Neo a opção entre duas portas. Ou seja, o prisioneiro destinado a um cativeiro sem saída, passa a ter o direito de escolha, abrir uma porta ou outra. O que desfaz essa contraditoriedade é o jogo manipulativo do Arquiteto, pois oferece as duas portas, Neo pode voluntariamente escolher uma das duas, porém sua escolha, seja ela qual for, não fará diferença, porque de um jeito ou de outro, o sistema dominará Neo.

Ora, esse joguinho é o mesmo usado pelo inimigo de Deus para desviar os cristãos de uma vida santa neste mundo. Ele quer fazer crer que não importa o que façamos, que decisões tomemos, se são boas ou más, sempre estaremos em pecado ou cometendo pecado, porque somos humanos e porque estamos inseridos nesse mundo. Sabemos, no entanto, que isso não é verdade. E que não devemos ceder a essa ilusão. Quando aparentemente nos sentimos encurralados, sem poder de escolha, devemos lembrar que há sempre uma segunda porta, um escape que Deus nos dá para fazermos o que é certo! Isso está dentro de nós, pois o Espírito Santo está em nós, basta que sigamos a sua voz e jamais a do “Arquiteto”. (Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.” I Coríntios 10:13)


Não nos deixemos vencer pelas nossas fraquezas e pela nossa falta de coragem de enfrentar as consequências das escolhas certas. Pois não nos enganemos, sempre há uma escolha, e se nos negamos a seguir a Cristo, estamos escolhendo o caminho contrário; não ficaremos imunes, portanto, às consequências dos nossos atos! Visualizemos, então, as recompensas que vêm sobre nossas vidas quando escolhemos fazer a vontade de Deus e a façamos a cada dia!!!!!!!!

2 comentários:

  1. Pri, minha linda!

    De fato, muitas vezes, a ilusão da "não-opção" nos leva à escolher errado ou a nos deixar levar pelo "destino". Muitas vezes penso: "é, sou assim mesmo, não dá pra ser diferente". Ora, é essa ilusão que deve ser rompida. Primeiro, em relação ao pecado, que não é "inevitável", para quem já teve sua mente liberta em Cristo. Segundo, em relação à impossibilidade de mudarmos, de agirmos de forma distinta da que vinhamos agindo. Essa ilusão também deve ser rompida e ser superada porque a liberdade que Cristo nos dá é a liberdade justamente de agirmos como quisermos, que é o Caminho do Amor. O Amor, portanto, é a decisão (não a sensação) em relação a Deus, a nós e ao próximo. Decisão possível de ser executada, porque fundada na liberdade de ação.

    A força que Cristo nos dá é fantástica, nos leva a superar fraquezas, limitações e condicionamentos. Esse é o poder que pode transformar a realidade.

    Obrigado por abrir ainda mais a minha mente para a liberdade em Cristo!

    ResponderExcluir
  2. Wesslen, meu príncipe!

    Agradeço a Deus por nos capacitar através do Seu Santo Espírito a compreender um pouco Seus ensinamentos! Não podemos entender tudo totalmente, porque a mente do Senhor é diferente da nossa, mas Ele é bastante claro em certos princípios que devem guiar as nossas vidas! E por isso, não temos desculpas para não tomarmos as decisões certas. Precisamos mesmo buscar a fidelidade ao Senhor em cada atitude, porque do contrário, vamos minando nossa vida cristã e nos afastando, sem perceber, daquilo é "puro", "amável", de "boa fama"! Que Deus nos fortaleça e nos dê juntamente com a compreensão das coisas, a coragem para agir da maneira certa! Amém!

    ResponderExcluir