NOTA SOBRE UM CRISTÃO RELOADED III


Pessoal, quero encerrar essa trilogia de notas com um pensamento que deve ser nosso foco e nosso alvo: o amor pelas almas!
Quando Neo se arriscou na sala do Arquiteto e decidiu não se curvar diante do sistema, mas escolheu o desafio de fazer o que era certo - a atitude de um ser livre - ele não fez isso para satisfação pessoal, orgulho, autoafirmação, poder ou para conseguir qualquer coisa em favor próprio. NÃO! O que ele fez foi abrir a porta que o levava ao encontro desesperado e cheio de esperança de salvar Trinity, salvar o outro, alguém que ele amava e que era muito importante para ele.
Pois é, esta é a nossa principal missão: amar as almas e mostrar a elas o caminho para salvação em JESUS CRISTO! Nossa vida, nossas ações, nossos pensamentos, tudo em nós deve ser para a glória de Deus e para testemunho de Seu Poderoso Nome! (“E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos. Atos 4:12”)
            Precisamos fazer a escolha certa e amar as almas com sinceridade e ardor. Isso implica colocar em risco nosso conforto, nossas vontades, nossa família, nosso emprego, nossos sonhos, nossas vidas para que “um pecador se arrependa”!
            Lembremo-nos: “já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” Gálatas 2:20

Neo se arriscou para salvar Trinity, devemos nos arriscar para salvar os pecadores em detrimento de nossas próprias vidas, pois já estamos com Deus!

4 comentários:

  1. Minha Pri,

    Coisa boa ler seu texto. Sim, as vidas são mais importantes que nossos desejos, nossos planos ou nossa rota. Quando Jesus narrou a história do "Bom samaritano" estava dizendo justamente isso. Não podemos simplesmente passar por este mundo como coadjuvantes, como quem não tem nada a ver com o percurso. Sacerdotes e levitas passam de largo pois "precisam chegar no templo na hora certa" e esquecem que Deus não sacrifícios, mas misericórdia, fruto de um coração que ama e, por isso, está em sintonia com Deus. O Caminho é feito a cada passo. O destino final, o "céu" (vida eterna), se dá pelo modo como caminhamos.

    Não é uma estrada que percorremos como quem vai para o trabalho e não pode perder tempo parando para ajudar a velhinha a atravessar a rua ou fazendo o percurso mais longo para dar carona a quem precisa. Amar as vidas é o meio, é o próprio caminho, pois religiosidade é uma rua sem saída, é alienar-se daquele que esteve entre nós e sentiu o que sentimos. Ora, se o próprio Deus se fez carne e habitou entre nós, sentindo na pele o que nós sentimos, será que não é óbvio que nós, os seus outros filhos, não devemos também nos por no lugar do outro e amá-los dessa forma?

    É por isso que Jesus é o único Caminho, pois só através o amor, do negar-se a si mesmo e o colocar-se no lugar do outro que chegamos ao Pai, pois foi isso que Ele fez. E só Jesus é capaz de nos livrar de nosso egoísmo e individualismo e nos permitir viver de forma livre de nós mesmos.

    Texto desafiador. Caminho árduo e difícil, mas único e recompensador, pois nos possibilitará sermos o que Deus planejou para nós! Quero ser "recarregado" e aperfeiçoado a cada dia, para a glória do Pai!

    Amém!

    ResponderExcluir
  2. Amém, meu Wesslen! Simplesmente, Amém!

    ResponderExcluir
  3. Muito legal! Li agora os três textos, realmente muito bons! Parabéns Priscila, pela qualidade das coisas que escreve e por ser a única garota a escrever nesta fraternidade quase masculina! hehehehe

    Graça e Paz!

    ResponderExcluir
  4. kkkkk, valeu TJ! Muito bom poder compartilhar essas reflexões aqui! Que Deus nos ajude a refletir cada vez mais, e que essas reflexões gerem sempre essa comunhão! E que nos leve a transformar as inquietações em ações!!! Amém!!! Graça e Paz!!

    ResponderExcluir