Magia profunda para o ano novo

http://3.bp.blogspot.com/-3D9xreRM-2o/TqwjMM0K1YI/AAAAAAAADPk/qFftYk-OMLs/s1600/Fig2.jpg


Olá pessoal! Depois de meses, retorno com um post aqui na fraternidade. Sabe como é: o ano novo sempre nos faz pensar em muitas coisas e nos estimula a traçar planos para os próximos doze meses. Confesso que tenho muitos planos e sonhos para esse ano e que espero realizá-los, mas também espero que Deus confirme (ou não) cada um deles, de acordo com seu propósito.

No entanto, é bom lembrar, que as coisas dependem muito de nossas decisões e não podemos ficar de braços cruzados. Como seria bom se tudo que quiséssemos se realizasse por pura mágica, não é? E se eu disser que existe uma magia profunda capaz de nos ajudar nisso?

Para quem assistiu (ou leu) a série Harry Potter, algo que chama atenção é como a magia facilita o dia a dia. Casas são arrumadas, coisas conjuradas de outros lugares, e até comidas aparecem do nada. Do nada? Bem, na verdade não é bem assim. Os maravilhosos banquetes oferecidos em Hogwarts, que aparecem e desaparecem magicamente de cima das mesas, são feitos pelo trabalho dos elfos domésticos que trabalham na escola.

Durante os dois primeiros anos de Harry em Hogwarts ele, e seus amigos, não sabiam como a comida simplesmente aparecia em cima das mesas. Parecia que era apenas mais uma mágica feita por um dos professores que, do nada, fazia surgir toda a comida pronta em cima das mesas.

Só que nem em Hogwarts as coisas são feitas assim. As coisas não vão aparecer do nada por meio de um mero truque de mágica (infelizmente...). Confesso que, muitas vezes, quero que as coisas simplesmente se resolvam sozinhas. Sem esforço e sem trabalho. Mas na vida, não podemos contar com esse tipo de coisa.

Não estou dizendo que a magia não existe. Não. Existe magia, só que ela é um pouquinho diferente daquilo que imaginamos. Estou falando de uma magia profunda e antiga, que Deus mesmo plantou em nós quando nos fez. É o que alguns chamam de "centelha divina no ser humano", que nos permite realizar coisas fantásticas e maravilhosas. Parte dessa magia é aquilo que chamamos de livre arbítrio, nosso poder de decisão. Podemos decidir agir de forma diferente e essa é uma magia muito poderosa. Também podemos agir com fé, algo que também faz parte de cada ser humano, e, por meio dela, realizar proezas inacreditáveis.

No entanto, não são magias que você realiza com um estalar de dedos, nem usando uma varia mágica ou dizendo um feitiço. São magias que demandam mais de nós, que exigem esforço, que necessitam de uma convicção inabalável. E essas coisas somos nós que desenvolvemos. Quando estamos em Cristo (seguimos seus passos, guardamos suas palavras e obedecemos aos seus mandamentos) tudo isso se potencializa em nós e o que era um mero poder latente, possível de ser usado por qualquer ser humano, torna-se em algo ainda mais acessível; basta crermos e praticarmos.

Nesse novo ano, quero usar esse momento de planejamento e expectativa para deixar de ser tão inerte e procrastinador com meus sonhos e objetivos: quero usar essa magia profunda e antiga que Deus pôs em meu espírito. Quero usar a decisão e a fé de modo a, primeiro, ser mais parecido com Deus e, em segundo lugar, realizar coisas maiores do que as do ano passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário