A sociedade do anel: motivação para todos os fraters!



http://fc04.deviantart.net/fs7/i/2005/191/e/f/The_Fellowship_of_the_Ring_by_evangelinos.jpg



      "— Deixem-me pensar! — disse Aragorn. — E, agora, tomara que eu possa fazer a escolha certa e mudar o destino trágico deste dia infeliz! — Ficou em silêncio por um momento. — Vou seguir os orcs — disse ele finalmente. — E eu teria guiado Frodo a Mordor, acompanhando-o até o fim; mas se o procurar agora nestes lugares desertos vou abandonar os prisioneiros ao tormento e à morte. Meu coração fala claramente: o destino do Portador não está mais em minhas mãos. A Comitiva desempenhou seu papel. Mas nós, que permanecemos, não podemos abandonar nossos companheiros enquanto tivermos forças. Venham! Partiremos agora! Deixem para trás tudo o que for possível! Vamos prosseguir de dia e de noite.
     [...]
     Como uma corça ele saltou à frente. Através das árvores, correu. Sempre adiante conduziu os outros, incansável e veloz, agora que finalmente tinha decidido o que fazer.
     A floresta em volta do lago ficou para trás. Escalaram longas encostas, escuras, de arestas duras contra o céu que já se avermelhava com o pôr-do-sol. Chegou o crepúsculo.
     Passaram, sombras cinzentas numa região rochosa."


Neste trecho dO Senhor dos Anéis: As duas torres, de J. R. R. Tolkien, Aragorn, Gimli e Legolas constatam o fim da sociedade do anel e decidem que rumo tomarão após a batalha que travaram em Parth Galen. Gosto especialmente deste trecho porque nele se narra a persistência e determinação destes três, mas especialmente de Aragorn, em de alguma forma manter o propósito que os manteve juntos: lutar contra Sauron (mesmo que isso signifique "apenas" resgatar Pippin e Merry).

A Fraternidade Lambda, esta semana, está passando por um momento assim. Na verdade, desde o início, nem todos os membros da fraternidade moram na mesma cidade. Mas não é isto que nos une, mas um propósito muito maior que esse. Nossas espadas, arcos e escudos, mesmo que lutando batalhas em lugares diferentes, são erguidos contra um mesmo inimigo e por uma mesma causa.

Na existência, muitas vezes, nos separamos de amigos, parentes, pessoas queridas. Alguns se mudam para outra cidade, outros simplesmente desaparecem de nosso convívio, e ainda alguns falecem. É um processo natural. Afinal, cada um deverá seguir um rumo e no percurso da existência muitas coisas acontecem que nos levam para lugares e situações que nunca imaginaríamos.

Mas quando estamos em Cristo e quando nossos amigos, parentes e pessoas queridas também estão é como participar da Sociedade do Anel: podemos até nos dirigir a locais distintos, podemos lutar batalhas diferentes, e sem dúvida desempenharemos papéis diferentes, mas no fim, estaremos lutando do mesmo lado.

Fraters, amigos e visitantes deste blog: mantenham suas espadas afiadas, seus arcos retesados, suas flechas na aljava, seus escudos erguidos! Lutem a luta que lhes aparecer (seja resgatar seus amigos hobbits, seja seguir para Mordor, seja convencer Ents a entrar na briga ou trazer de volta à sanidade velhos reis, enfim... Lute!) "Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma."  (Eclesiastes 9: 10 ARC). Assim, mantenhamos o ânimo e a determinação maior que nos une: viver com toda a intensidade o Amor divino em nossas vidas, lutando contra todo tipo de mal e anunciando a Graça de Deus.

Um comentário:

  1. Amem!!! Todos pelo mesmo espírito, para a glória do mesmo Deus, dependentes do mesmo salvador!!! Jesus!!!

    ResponderExcluir