Uma nova esperança

http://www.jedidefender.com/collect92/luke%20anh.jpg

Uma nova esperança é o título do primeiro filme da série Star Wars (também conhecido como episódio IV). Neste filme, vemos o roubo com sucesso da planta da Estrela da Morte, o resgate bem-sucedido da Princesa Léia e a primeira vitória da Aliança Rebelde contra o Império Galáctico: tudo isso já justificaria o título do filme.

Mas quero enfatizar outro ponto do filme que aponta para a esperança: o surgimento de Luke Skywalker. O filho de Anakin Skywalker com Padmé Amidala gera esperança por iniciar seu treinamento como Jedi junto a Obi-Wan Kenobi. Os Jedi, extintos e exilados da galáxia, eram propagadores de paz e harmonia e, por isso, eram solicitados a ajudar planetas e sistemas com dificuldades, sejam quais fossem.

O uso da Força por parte dos Jedi permitia grandes e diversos feitos que iam de levitar objetos a interferir na disposição emocional das pessoas. Esse poder que os Jedi possuíam os tornavam poderosos aliados nas guerras e disputas. Por isso, sabiamente, o então Chanceler Palpatine planejou a execução da Ordem 66 (que atribuía aos soldados clones a ordem prioritária de exterminar todos os Jedi). Com a execução da ordem, a maioria dos Jedi foram exterminados e poucos sobraram para se opor à formação do Império Galáctico, plano elaborado pelo remanescente Sith, o sinistro Darth Sidious.

Assim como Luke, todo cristão (e todos os que desejam seguir o Caminho da Força no Mestre Jesus) é, ou deveria ser, uma fonte de esperança no mundo. Esperança de mudança, de transformação, de justiça, de amor, de paz. Esperança traduzida em atos, palavras e intenções; do mesmo modo que Luke representa esta esperança por não só desejar a mudança, mas lutar por ela (em todos os sentidos). Esta esperança, no entanto, não provém de nós mesmos, assim como não provinha do próprio Luke, mas sim da Força e de seu poder. Sobre isso, o apóstolo Paulo nos diz:

"Que o Deus da esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nele, para que vocês transbordem de esperança, pelo poder do Espírito Santo." (Romanos 15. 13 NVI).

É pelo poder do Espírito Santo que o cristão tem e promove (transborda) esta esperança. Esperança que vem da confiança, que por sua vez gera alegria e paz, que por sua vez gera mais esperança e reinicia o ciclo. Este transbordamento de esperança, uma nova esperança que não se baseia nas expectativas deste mundo ou em nosso próprio poder, é fruto da confiança plena em Deus, que atua em nós para que possamos atuar no mundo. Esta atuação, em amor, leva o cristão a praticar a justiça, a não compactuar com a corrupção (em qualquer nível) e a lutar contra todo tipo de mal. O propósito do cristão, como o dos Jedi, é disseminar a harmonia; esta que só provém da Força da Graça de Deus.

Para meus leitores cristãos, ou para os que desejam tomar este Caminho, fica o exemplo de Luke Skywalker, que era fruto de esperança e também transbordava esta esperança. Tanto que, no fim, sua esperança na recuperação de seu pai, Anakin Skywalker, o Darth Vader, foi decisiva para a derrota de Darth Sidious e do Império Galáctico. A esperança de Luke vinha da sintonia com a Força por meio da qual ele podia ver que ainda havia salvação para seu pai. Em Jesus, temos a mesma esperança através da Força do Espírito Santo. Que nós também vivamos esta esperança e a espalhemos (transbordando) por nossa volta. Que acreditemos até o fim na salvação, por meio de Cristo, para qualquer um que acreditar na Força restauradora dele. Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário