O testemunho da fé

http://4.bp.blogspot.com/_hhI9xsAVz1k/St7xv90IXeI/AAAAAAAAIMU/IHiBN9HiSSg/s400/jesus+e+pedro.jpg


"Ora a fé é a substância das coisas esperadas, a prova das coisas não vistas. Pois foi por ela que os antigos obtiveram bom testemunho" (Hebreus 11. 1 e 2 SBB)

É interessante notar como a fé tem noções tão diversificadas hoje em dia: vai da crença no absurdo até o pensamento positivo. Muitas dos conceitos hoje veiculados à fé nada têm a ver com a natureza dela. Por isso, nada melhor do quê recorrer a uma síntese tão boa e completa como a de Hebreus 11.

Uma questão importante sobre a fé, que é o que realmente quero refletir neste post, é que ela nada tem a ver com a realização de nossos desejos ou com a ausência de problemas em nossas vidas. Uma pessoa cuja fé está centrada em Deus pode não ter desejos atendidos por Ele ou mesmo passar por problemas e situações terríveis. Calma, não é heresia. Quem diz isso não sou eu, mas este maravilhoso capítulo de Hebreus 11.

Neste tratado sobre a fé, que está nesta carta, vemos dimensões e manifestações tão distintas de fé que é impossível não ficar maravilhado. Vemos que pela fé é que podemos entender os atos de Deus (v. 3), que pela fé sinais miraculosos foram realizados (v. 5, 11, 28, 29, 30), que pessoas realizaram atos memoráveis (v. 4, 7, 8, 9, 17, 23, 27, 33, 34), que gerações foram abençoadas (v. 20, 21, 22, 31)...

Obras maravilhosas foram realizadas e haveria maior prova de fé do que estes sinais? Mas não podemos esquecer também que pela mesma fé muitos desses personagens morreram sem receber o que lhes havia sido prometido (v. 13, 39), que muitos perderam familiares que foram torturados e flagelados (v. 35 e 37), pessoas enfrentaram maus tratos (v. 36), homens e mulheres foram exilados das sociedades humanas (v. 38)...

Essa reflexão não visa a desanimar ninguém no Caminho. Pelo contrário, a intenção é aperfeiçoar a fé em Cristo. Passaremos por diversas situações na vida, algumas boas, outras ruins. Seja uma, seja outra, isso não implica que temos mais ou menos fé em Deus. A fé pode ressucitar mortos, mas a fé também é capaz de se doar para morrer ou ser torturado. A fé pode mover montanhas, mas também é capaz de fazer com que você viva no deserto comendo gafanhotos. A fé não é um apetrecho mágico, como uma lâmpada maravilhosa, em que podemos todos os dias usufruir de três desejos.

Ela é a confiança e a certeza da relação que temos com o Pai, que estará conosco nos dias bons ou ruins da existência. É o que nos permite agradar a Deus, pois fé é fidelidade, que implica em obediência. Fé é estar certo que nada neste mundo é bom o suficiente para nos preencher, que somos peregrinos aqui e que só estaremos completos quando estivermos com o Pai na eternidade. Uma vida de fé, então, não será marcada necessariamente por sinais sobrenaturais, mas por uma convicção tão plena, que é capaz de desprezar qualquer contratempo da existência, pois pessoas com esta certeza vivem de uma forma que "o mundo não é digno" de ser habitado por elas.

3 comentários:

  1. Lembrei-me de Darth Vader dizendo: "Sua falta de fé é pertubadora". Sábias palavras. "Sem fé é impossível agradar a Deus" Hb11:6

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o post. mano!

    Realmente, o capítulo 11 de hebreus é fantástico. E de fato, uma pessoa cheia de fé também pode passar por dificuldades...Mas Jesus diz: coragem, eu venci o mundo!

    As dificuldades aperfeiçoam a fé e o caráter. Amadurecem, ensinam. E nos mostram o cuidado de Deus em todos os momentos!

    Abração Wesslen!

    Graça e Paz!

    ResponderExcluir
  3. Meu irmão, muuito bom seu post Wesslen!!! É necessário que os cristãos percebam que o convite que Jesus fez não foi para andar por um jardim florido o tempo todo, mas, na maioria das vezes, andar pela fornalha ardente de mãos dadas com Jesus: sentindo o terror que os nossos olhos nos mostram; o espanto que nossos pés sentem a cada tição pisado sem nenhum ferimento; e o conforto que nossa mão nos dá pelo poder refrigerador do contato com Jesus.

    ResponderExcluir